Pular para o conteúdo principal

Postagens

Pāpavagga: O Mal

Dhammapada - 5

 118. Se uma pessoa fizer o bem, que o faça repetidamente. Que aí encontre prazer, pois abençoada é a acumulação do bem.

 119. Tudo pode correr bem com aquele que faz o mal, enquanto o mal não amadurece. Mas quando o mal amadurece, o malfeitor vê (penosos resultados) as suas más acções.

 120. Tudo pode correr mal com aquele que faz o bem, enquanto o bem não amadurece. Mas quando o bem amadurece, então o benfeitor vê (bons resultados) as suas boas acções.

 121. Que não se pense levianamente acerca do mal, dizendo: “A mim ele não me tocará.” A água que cai em gotas enche um cântaro. Da mesma forma, o tolo, pouco a pouco, enche-se de mal.

 122. Que não se pense levianamente acerca do bem, dizendo: “A mim ele não me tocará.” A água que cai em gotas enche um cântaro. Da mesma forma, o sábio, pouco a pouco, enche-se de bem.

 123. Assim como um comerciante com uma escolta pequena e grande riqueza evitaria uma rota perigosa, ou como quem deseja viver evita o veneno, da mesma ma…
Postagens recentes

Lista de divindades romanas de nascimento e de infância

Na religião romana antiga, acreditava-se que as divindades do nascimento e da infância cuidavam de todos os aspectos da concepção, gravidez, parto e desenvolvimento infantil. Algumas divindades importantes da religião romana tinham uma função especializada que contribuíam para essa esfera da vida humana, enquanto outras divindades eram conhecidas apenas pelo nome com o qual eram invocadas para promover ou evitar uma ação específica. Várias dessas pequenas "divindades do momento" [1] são mencionadas em textos sobreviventes apenas por polemistas cristãos. [2]

Uma extensa literatura médica grega e latina cobria a obstetrícia e o cuidado infantil, e o ginecologista grego do século II, Sorano de Éfeso, aconselhou as parteiras a não serem supersticiosas. Mas o parto na antiguidade permaneceu uma experiência de risco de vida para a mulher e seu recém-nascido, com mortalidade infantil tão alta quanto 30 ou 40 por cento. [3] Os ritos de passagem relativos ao nascimento e à morte tinh…

Dados de Papel

Imagens de Dados para confecção de dados de papel




Imagens engraçadas - Campanha Contra Dengue

Saber Viver ( Cora Coralina)

Não sei.....Se a vida é curta
Ou longa demais pra nós,
Mais sei que nada do que vivemos
Tem sentido, se não tocamos o coração das pessoas.
Muitas vezes basta ser:
Colo que acolhe ,
Braço que envolve,
Palavra que conforta,
Silêncio que respeita,
Alegria que contagia,
Lágrima que corre,
Olhar que acaricia,
Desejo que sacia,
Amor que promove.
E isso não é coisa de outro mundo,
É o que dá sentido à vida .
É o que faz com que ela
Não seja nem curta, Nem longa demais,
Mas que seja intensa,
Verdadeira, pura...Enquanto durar

Feto Acárdico

Feto acárdico é um tipo de gemelar
A) caracterizado por ausência de coração.
B) portador de cardiopatia.
C) que não desenvolveu a calota craniana.
que não desenvolveu a calota craniana.
D) sem membros superiores e inferiores.
E) imperfeito e amorfo.

Hospital Naval Marcílio Dias, Rio De Janeiro, 2001

Abaixe o cursor para ver a resposta

















Alternativa A


Numa gravidez de gêmeos idênticos (placenta única) um deles pode apresentar uma mal-formação grave (incompatível com a vida) denominada feto acádio. O gêmeo normal acaba tendo que "bombear" sangue para si mesmo e para o feto acárdico, correndo o risco de uma sobrecarga do seu coração que pode levar à morte. A cirurgia endoscópica fetal interrompendo através do laser a circulação de sangue para o feto acárdico parece ser o método mais seguro para fazer cessar a transfusão. O feto acárdico ocorre quando se estabelece um tipo de transfusão de sangue entre gêmeos idênticos, denominada transfusão arterial reversa (em ingles TRAP sequen…

n000300

Escolar de onze anos é atendido com história de dor localizada em terço médio da coxa direita há cerca de cinco meses. A dor é predominantemente noturna, acorda o paciente com freqüência e cede com o uso de ácido acetilsalicílico.
A melhor conduta para o caso é
A) solicitar ultra-sonografia para avaliar hipótese de piomiosite tropical.
B) solicitar radiografia de membros inferiores para avaliar a hipótese de neoplasia.
C) solicitar a dosagem de enzimas musculares para avaliar a hipótese de dermatomiosite.
D) tranqüilizar os pais explicando-lhes que o caso é muito sugestivo de dor do crescimento.
E) solicitar eletroforese de hemoglobina para avaliar hipótese de anemia falciforme.

Hospital Naval Marcílio Dias, Rio De Janeiro, 2001